sexta-feira, 3 de julho de 2015

Paraibano que pesa quase 500 quilos consegue tratamento em hospital


Carlos Antônio dos Santos Freitas, de 28 anos, é bastante conhecido na cidade de Patos, na Paraíba. Principalmente por sua comovente história de vida – nascido em uma família pobre do interior do estado, “Carlinhos”, como é conhecido por todos, possui uma série de distúrbios mentais e é portador de obesidade mórbida. Segundo a mãe, a dona de casa Cacilda Patrocínio dos Santos, o filho pesa, atualmente, 475 quilos.

Por conta do peso, o homem não consegue mais andar, e só consegue dormir sentado, encostado na parede de sua casa, localizada em um conjunto habitacional do bairro Monte Castelo, em Patos.

– Ele passa o dia todo sentado no meio da casa. A vida dele consiste em jogar videogame e assistir à televisão. À noite, ele se arrasta até a parede para dormir. É muito difícil para mim, minha vida é muito sofrida. Sofro de pressão alta, e a situação do Carlinhos só piora o meu quadro – desabafa Cacilda, de 52 anos.

O maior desafio para a família é conseguir tratar a obesidade do filho. Cacilda conta que, mesmo com um cronograma de refeições, o filho come além da conta. Ele chegou a ser internado em um hospital de João Pessoa, aos 23 anos, com o objetivo de perder peso para conseguir realizar a cirurgia bariátrica. Porém, segundo ela, o filho não reagiu bem à internação, pois “não conseguia ficar parado” e “não aceitava os medicamentos”.

Ao longo deste ano, Carlos já foi internado diversas vezes no Hospital Regional de Patos. No início de maio, segundo a mãe, o filho apresentou problemas respiratórios e teve que ficar quase 30 dias internado. Em junho, voltou ao hospital com suspeita de infarto. Porém, dessa vez, Cacilda diz que a diretora da unidade só o deixou ficar em observação por um dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário