sexta-feira, 1 de maio de 2015

Paracetamol afeta emoções e reduz o prazer, diz estudo

Pesquisadores americanos descobriram um novo efeito colateral do paracetamol. De acordo com os estudos, a substância pode ter efeitos relacionados às reações emocionais. Além de reduzir a dor, o paracetamol pode também reduzir o prazer, de acordo com publicação da Associação de Ciência Psicológica

Segundo informações do site The Guardian, o estudo mostrou que além de mexer com a dor física, a substância também afeta a questão emocional, o que comprova que o circuito cerebral da dor é ativado nas duas situações, afirmou Geoffrey Durso, psicólogo social da Universidade do Estado de Ohio, nos Estados Unidos.

— O paracetamol não somente alivia a dor, mas também suaviza as emoções.

O pesquisador contou com participação de 82 estudantes e deu 1g da substância a metade deles e uma outra pílula, exatamente igual, que não faria efeito nenhum.

Uma hora depois, tempo em que a droga faz o efeito, Durso pediu que os alunos olhassem para uma série de 40 fotografias. As imagens haviam sido escolhidas para mexer com emoções extremas, como imagens de crianças brincando com gatos ou de vasos sanitários sujos.

Os alunos deveriam classificar as imagens em categorias, que iam do extremamente agradável até o extremamente desagradável. O resultado mostrou que aqueles que haviam tomado o paracetamol tiveram reações menores às imagens.

— As pessoas que tomaram a substância não tiveram a mesma intensidade de reações que os que não tomaram o remédio.

O médico afirma que as reações não foram tão diferentes, mas que a diferença é significativa para avaliar as consequências das substâncias.

Durso afirma que pretende continuar os estudos para avaliar outros produtos analgésicos como a aspirina e os seus efeitos, não somente em relação às dores, mas também as consequências nas emoções.

R7


Nenhum comentário:

Postar um comentário