quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

SAÚDE: Não são as calorias que engordam, mas o modo de comer

Foto: Divulgação

Estamos na época do ano em que muita gente não vê a hora de se livrar dos quilos ganhados durante as festa de fim de ano. Para ajudar nessa tentativa, pesquisadores da Universidade de Harvard alertam que a dificuldade em emagrecer pode estar na forma como um alimento é ingerido. As informações são do Mail Online.

As tabelas nutricionais indicam a quantidade de calorias, mas não mostram a quantidade de energia que o corpo gasta para digerir cada alimento. Assim, o corpo pode ingerir ‘calorias diferentes’ de um mesmo alimento quando ele está cru e quando está cozido.

A pesquisa mostra que quando cozinhamos nossa comida pouco antes de ingeri-la, o corpo faz a digestão rapidamente, não gastando muita energia nesse processo, e, portanto, mais calorias do alimento (que não foram gastas na digestão) são guardadas.
Quando ingerimos um alimento cru, ou que foi preparado no dia anterior, o corpo tem mais dificuldade em digerir, assim, gasta mais energia no processo e menos caloria é estocada.

Se você come comida crua, maior a facilidade em perder peso. Se come alimentos cozidos, tenderá a ganhar peso. Mesmos alimentos, mesmas calorias e diferentes resultados.

O amido, por exemplo, rico em carboidratos, é mais dificilmente digerido quando ingerido algumas horas após a sua preparação. Ou seja, não comer imediatamente após cozinhar também pode diminuir o ganho de calorias.

Apesar de as comidas mais gostosas serem as que acabaram de sair do forno, supercozidas e quentes, aquele macarrão de ontem, a torrada velha e as verduras cruas são uma ótima opção pra quem quer perder aqueles quilos adquiridos durante o fim de ano.


Nenhum comentário:

Postar um comentário