sábado, 13 de dezembro de 2014

SAÚDE: Respirar pela boca causa mau hálito: confira outras dez curiosidades

67i67iiii

Quem sofre de mau hálito ou conhece alguém que tenha esse problema sabe bem como é desagradável. A halitose pode levar a pessoa à depressão ou ser um indicativo de outras doenças muito mais graves no corpo. Para entender melhor esse mal, que atinge cerca de 30% dos brasileiros, Marcos Moura, cirurgião-dentista e presidente da Associação Brasileira de Halitose, conta 10 curiosidades sobre o assunto.

Alteração salivar é a maior causa de mau hálito
Essa é a principal causa de mau hálito. A saliva funciona como um detergente bucal, eliminando bactérias nos intervalos entre as higienizações boca. Quando o volume de saliva diminui, a boca fica seca e com mais bactérias causadoras do mau hálito.

Fadiga olfatória – o mau hálito “sem cheiro”
Quando a halitose é frequente pode ocorrer a chamada “fadiga olfatória”, quando as células do nariz se “acostumam” com o mau cheiro que vem da boca e a pessoa passa a não senti-lo mais. E quando não se sabe que tem o problema, fica mais difícil tratá-lo.

Mau hálito pode causar depressão
Muitas vezes quem tem mau hálito acaba, por vergonha, se afastando do convívio social. Isso prejudica seus relacionamentos afetivos e profissionais, podendo levar a pessoa à depressão.

Estresse causa mau hálito
O estresse eleva o nível de adrenalina no sangue deixando a boca seca e sem saliva. Isso, conforme já dissemos no item um, gera um aumento de bactérias causadoras do mau hálito.

Refeições ricas em proteínas exigem o dobro de atenção com o hálito
As bactérias causadoras do mau hálito são chamadas proteolíticas e fermentam as proteínas ingeridas. Portanto, quanto mais proteínas, mais fermentação. Assim, deve-se ter uma dieta balanceada e sempre que se consumir muita proteína, redobrar a atenção com a higiene bucal, nunca se esquecendo do trio básico: escovação, fio dental e raspadores de língua.

Ficar muito tempo de estômago vazio causa a halitose sistêmica
O organismo precisa produzir energia a partir dos alimentos consumidos. Portanto, quando o estômago está vazio, queima gordura. Durante essa queima, há a liberação de compostos orgânicos voláteis que são absorvidos pela corrente sanguínea e via pulmonar e, quando exalados, produzem o mau hálito, ou seja, uma halitose que não vem da boca e é chamada de sistêmica.

Prisão de ventre causa mau hálito fecal
Os compostos mau cheirosos das fezes não eliminadas são absorvidos pela corrente sanguínea e eliminados também via pulmonar, é um hálito classificado como fecal.

Água é a melhor amiga do hálito
Cerca de 90% da saliva é água, sem ingeri-la, a produção vai diminuindo e a boca fica seca. Por isso, beba em média 2 litros de água por dia.

Enxaguante bucal com álcool e bebidas alcoólicas provocam halitose 
O álcool consumido frequentemente descama as células da mucosa bucal. Essas células possuem proteínas que, uma vez descamadas, depositam-se sobre a língua e formam a saburra lingual, responsável em grande parte pelo mau hálito.

Respirar pela boca – um costume inimigo do hálito
A entrada e saída de ar pela boca acaba por ressecá-la e também colabora para a descamação da mucosa bucal, causando o mau hálito.


Nenhum comentário:

Postar um comentário