segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Período chuvoso termina com saldo negativo no Rio Grande do Norte

Os criadores do Rio Grande do Norte estão preocupados. O período de chuva acabou e a quantidade de água não foi suficiente para recuperar açudes e pastagens.

A vegetação está amarelada no município de Angicos por causa do clima seco. Pedro Nicácio só tem usado a enxada para tirar o mato do quintal e conta que este ano, não conseguiu plantar o milho e a produção de feijão rendeu muito pouco. A família se mantém com dinheiro da aposentadoria.

Apesar de ter chovido mais este ano que no ano passado, o volume de água ainda está abaixo da média e isso se reflete no nível dos reservatórios. Entre os 46 monitorados pelo estado, 16 estão com menos de 10% da capacidade.

O resultado é sofrimento e destruição. Na propriedade de José Erivanaldo Teixeira, as 60 cabeças de gado se alimentam de pasto seco espalhado em 117 hectares.

Apesar da seca em muitas regiões do Nordeste, em 2014 houve redução no número de municípios em situação de emergência. Atualmente são 1,150 mil, 15% menos que no ano passado.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário