segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Infecção generalizada causou morte de ex-governador do RN

Iberê foi deputado estadual, deputado federal e governador do RN (Foto: Canindé Soares/G1)

Uma infecção generalizada causou a morte do ex-governador do Rio Grande do Norte, Iberê Ferreira de Souza, de 70 anos, que faleceu na noite deste sábado (13) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação do ex-governador. A infecção generalizada levou a um quadro de falência múltipla dos órgãos. Iberê será velado entre a madrugada e manhã desta segunda-feira (15) em Natal e Santa Cruz, cidade da região Agreste do estado onde iniciou sua carreira política. O enterro acontece durante a tarde no cemitério Morada da Paz, em Parnamirim, na Grande Natal.

Iberê lutava contra um câncer desde 2010 e em junho deste ano foi hospitalizado após ser diagnosticado com uma meningite bacteriana.
Em nota divulgada na noite deste sábado, a assessoria de comunicação confirmou o falecimento do ex-governador. Iberê descobriu o câncer antes de assumir o governo, em 2010, e desde então passou por uma série de cirurgias. No dia 2 de junho deste ano, o ex-governador deu entrada na Casa de Saúde São Lucas, em Natal, com um quadro de meningite bacteriana.

No mesmo mês ele foi transferido para o Hospital Sírio-Libanês por escolha da família, que buscava mais privacidade durante o tratamento. Em São Paulo, Iberê foi cuidado pela mesma equipe médica que vem acompanhando o seu caso desde 2010.

A meningite foi causada por uma bactéria encontrada no couro cabeludo do ex-governador. A bactéria se instalou na meninge por causa de uma cicatrização na cabeça de Iberê, fruto de uma cirurgia realizada no mês anterior, em São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário