quinta-feira, 3 de julho de 2014

Malandro, Neymar indica terapia à imprensa e diz não temer pressão, só 'zoeira'


Aos 22 anos, Neymar começa a demonstrar uma capacidade cada vez maior de se impor com declarações quase tão bem quanto faz com os pés dentro de campo. Se há alguns anos o atacante mostrava timidez durante as entrevistas e se limitava a respostas padronizadas comuns entre jogadores de futebol, na Copa do Mundo ele vem mostrando muita personalidade.

Na entrevista coletiva desta quarta-feira na Granja Comary, o camisa 10 mostrou certa rispidez ao responder perguntas sobre uma suposta falta de alegria no futebol do Brasil na Copa e sobre sua condição física para o jogo das quartas-de-final contra a Colômbia. Mas, em outras oportunidades, soube usar a ironia e o bom humor para fugir das armadilhas e evitar as polêmicas.

Ao comentar a visita da psicóloga Regina Brandão à seleção, por exemplo, Neymar aproveitou para dar uma cutucada na imprensa. "Eu nunca tinha feito nada desse tipo e acho que até estou gostando bastante. Não é só no esporte, no futebol, nós que estamos envolvidos com a emoção todos os dias que temos que fazer psicologia. Recomendo até pra vocês fazerem, porque é bom pra todo mundo no dia a dia, deixa mais leve", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário