quinta-feira, 19 de junho de 2014

Dono da TelexFree vai ter que usar pulseira eletrônica


James Merrill, um dos fundadores da Telexfree, obteve liberdade condicional nos Estados Unidos. O empresário terá de usar pulseira eletrônica, não poderá sair de casa entre as 20h e as 8h e não poderá manter contato com pessoas envolvidas no negócio – inclusive possíveis vítimas. O juiz Timothy S. Hillman, da Corte do Distrito de Massachussetts, também impediu o empresário de deixar o Estado de Massachussetts, onde ele reside, sem autorização judicial, e exigiu a entrega do passaporte, além de assinatura de uma garantia de US$ 900 mil (cerca de R$ 2 milhões).

A promotoria de Massachussetts, que pediu a prisão, não informou imediatamente se pretende recorrer. O advogado de Merrill também não estava disponível para comentar a decisão. Merril havia sido detido em 9 de maio, acusado pela promotoria de Massachussetts de conspiração para cometer fraude eletrônica, em meio às investigações norte-americanas sobre a Telexfree.

Nenhum comentário:

Postar um comentário