sábado, 3 de maio de 2014

Exército lança 31 foguetes durante treinamento na Barreira do Inferno

Lançamento de foguetes foi realizado na Barreira do Inferno, no RN (Foto: Exército/Divulgação)

O Exército brasileiro concluiu a operação Astros 2020 esta semana. A ação foi um treinamento realizado no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) em parceria com a empresa Avibrás. Durante a oparação, que durou cinco dias, 31 foguetes foram lançados. O CLBI fica em Parnamirim, município da Grande Natal.

Em nota emitida pelo Exército, o diretor do CLBI, coronel aviador Maurício Lima de Alcântara, elogiou a ação. “A operação foi bastante satisfatória e serviu para manter a operacionalidade do Centro”, comentou.
Durante a operação, foram lançados quatro foguetes de calibres diferentes – o SS09TS, o SS30, SS40 e o SS80 -, que são usados na área de defesa pelo Exército em apoio e artilharia. Ao todo, 247 pessoas envolveram-se nas atividades - entre militares do CLBI e do Exército e servidores da Avibrás.

Segundo Ricardo de Oliveira Pinto, gerente do Departamento de Engenharia de Desempenho de Sistema da Avibrás, o trabalho realizado no CLBI foi bastante cooperativo: “os resultados alcançados foram suficientes para obtermos os dados necessários sobre o rastreio e a qualidade desse rastreio”.

A Operação Astros 2020 foi a primeira realizada este ano pelo CLBI. O treinamento consiste na preocupação do Centro com a formação de pessoal qualificado para futuras operações. “Durante as atividades de lançamento, várias estações estão em funcionamento. Nós, então, treinamos o nosso pessoal em todas as fases envolvidas, que vão da identificação até a coordenação de lançamento”, disse o capitão José Roberto Pereira da Silva, chefe da Divisão de Operações do CLBI.

G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário