sábado, 15 de março de 2014

Ministério Público requer que Governo do Estado designe escrivão e agente de polícia para delegacias de Acari e Carnaúba dos Dantas


A promotora de Justiça substituta da Comarca de Acari, Marília Regina Soares Cunha, expediu recomendação ao secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) e ao Delegado Geral de Polícia (DEGEPOL) para que ambos, no prazo de 10 (dez) dias, designem, pelo menos, um escrivão e um agente de polícia para exercerem diariamente as funções de Polícia Judiciária com exclusividade no âmbito das delegacias de Acari e Carnaúba dos Dantas.

Na recomendação, que foi assinada nesta quinta-feira (13), consta como justificativa "que a problemática de ausência de Polícia Civil na Comarca de Acari (que abrange também o município de Carnaúba dos Dantas) é notória, contando os dois municípios com apenas um único agente de polícia, que costuma exercer também a função de escrivão, diante da patente inexistência desse tipo de profissional nesta Comarca".

A promotora destaca ainda que "o policial civil lotado em Acari atende também as demandas da cidade de Carnaúba dos Dantas, sendo que, por motivos de seu deslocamento de uma a outra localidade, não é raro encontrar qualquer uma das Delegacias de Polícia fechadas, em face de não haver um escrivão de polícia sequer para cumprir o expediente regular, o que prejudica bastante o andamento dos serviços da Polícia Judiciária da Comarca de Acari, paralisando até mesmo os procedimentos mais rotineiros".

Clique aqui para saber mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário