segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Raimundo Augusto: acariense descobre o prazer de praticar corrida após os 60 anos

Raimundo Augusto

Por Suerda Medeiros

Qual a idade para começar a correr? O acariense Raimundo Augusto, prestes a completar 63 anos no dia 3 de fevereiro próximo, tem provado para ele, e para muita gente, que basta querer e se cuidar para isto. Casado com Fátima Medeiros, é pai de três filhos já adultos: Bárbara, Ismael e Melca.

Até os 58 anos mais ou menos, Raimundinho, como é conhecido em Acari, era um “peladeiro de fim de semana” e jogava futebol com os amigos de forma muito esporádica.

Há cinco anos atrás essa realidade começou a mudar: “comecei caminhando para cuidar da saúde, mas aí fui dando um ‘piquezinho’ e fui me condicionando até começar mesmo a correr”, afirma o atleta da melhor idade.

No inicio ele corria 5km por dia durante três dias por semana.

Atualmente, faz uma média de 9km ao dia, e só livra os sábados porque é dia de feira na sua cidade e Raimundinho toca um comércio ao lado de sua esposa.


Em Acari, participou de cinco corridas, sendo duas de 9km e três de 4km. Ganhou medalhas em quase todas. “Também já corri em cidades vizinhas, como Parelhas, onde fiz 8km e Caicó, na Corrida de Santana em julho do ano passado, onde fiz 8km em 39 minutos e 51 segundos”, lembra com detalhes.

No final do ano passado, Raimundinho resolveu fazer um checkup: “fiz 14 exames e não precisei tomar nenhum remédio”, comemora o atleta depois de fazer teste ergométrico e outros exames.

Cuida da alimentação, não bebe álcool e opta por uma dieta saudável, mas reconhece que precisa ir a um profissional nutricionista para melhor orientação.

Desde que começou a usar tênis com amortecerdor não reclama de dores nas pernas: “a cada três meses gasto um tênis, mas vale a pena, eu me sinto mais feliz correndo todo dia. Acabou o estresse”, diz Raimundinho.

Planos para 2014? “Correr, e se tiver uma corridinha em Natal estou pensando em ir”, planeja Raimundo Augusto.

Blog de Suerda Medeiros


Nenhum comentário:

Postar um comentário