terça-feira, 24 de setembro de 2013

TIM pode ser extinta no Brasil

Os problemas financeiros da Telecom Italia levaram o Barclays e a BTIG a prever que a telecom vai vender a TIM no Brasil, alterando o equilíbrio no quinto maior mercado de wireless do mundo.

A dissolução da segunda maior operadora do país, espalhando seus ativos e assinantes entre seus rivais, seria a opção mais viável, pois a Anatel não deve aprovar uma fusão completa da TIM com um único concorrente, afirmou o Barclays. Uma empresa de fora, como a Vodafone, também pode comprar uma participação ou a totalidade da TIM, disse Walt Piecyk, analista da BTIG, em Nova York.

De acordo com os analistas, uma divisão da TIM seria motivo de comemoração para as outras operadoras do país, pois a remoção de um concorrente iria aliviar a pressão sobre a concorrência de preços.

Segundo a Bloomberg, os maiores acionistas da Telecom Italia, incluindo a Telefónica, reiniciaram as negociações sobre seu acordo de investimentos, válido por seis anos, que pode ser revogado ainda este mês, de acordo com fontes familiares com o assunto — ou, caso se chegue a um consenso, ser estendido até fevereiro do ano que vem. A Telecom Italia precisa reduzir suas dívidas em pelo menos € 2,2 bilhões (US$ 3 bilhões) e levantar € 7,3 bilhões este ano para evitar um rebaixamento de crédito para o nível “junk”, afirmou o Barclays.Procurada, a TIM afirmou, através de sua assessoria, que não iria comentar o tema.

O Globo


Nenhum comentário:

Postar um comentário