quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Para ser concretizado Pró Sertão precisa da união do poder público e do privado

Para que o Pró Sertão seja concretizado é necessária a união do poder público e a iniciativa privada. Essa foi uma das conclusões que ficaram evidenciadas na noite desta quarta feira (11), ao final da audiência pública promovida pela Assembleia Itinerante em Caicó, por proposição do deputado Vivaldo Costa para discutir o projeto do governo do Estado em parceria com a Guararapes.

O projeto tem por objetivo criar facções na região Seridó que vão produzir para a Guararapes. Hoje o grupo tem 187 lojas da Riachuelo em todo o País devendo esse número ser aumentado para 200 até o final deste ano e para 360 lojas em quatro anos, de acordo com exposição de diretores dogrupo empresarial.

Atualmente existem 60 dessas unidades de produção em 25 cidades da região Seridó, produzindo 23 mil peças por dia e 500 mil por mês, gerando 1.800 empregos diretos. Com a entrada da Guararapes na parceria essa produção será triplicada. Atualmente, 90% da produção são destinados para a Hering e para a RMNOR, existindo apenas duas unidades da Guararapes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário