segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Refrigerante em excesso é tão ruim para dentes quanto crack e cocaína, aponta estudo


Estudo publicado no jornal General Dentistry pelo professor Mohamed Bassiouny, da Temple University, na Filadélfia (Estados Unidos), afirma que o refrigerante (com ou sem açúcar) consumido em excesso é tão prejudicial para os dentes quanto o consumo de metanfetamina, cocaína e crack.

“Todos são extremamente ácidos e, por isso, causam problemas similares. A acidez do refrigerante advém do ácido cítrico e do ácido fosfórico. Se o consumidor não tiver uma higiene bucal correta e regular, a constante exposição a essa acidez poderá causar erosão dental”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário