sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Dono da Priples é posto em liberdade

Henrique Maciel Carmo Lima deixou o Cotel na noite desta quinta-feira. Foto: Annaclarice Almeida/DP/D.A PressApós 12 dias de prisão, o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) concedeu habeas corpus ao casal dono da Priples, na noite de quinta-feira (15). Henrique Maciel Carmo Lima, 26 anos, que estava no Cotel, foi posto em liberdade por volta das 19h. A expectativa é que a esposa dele, Mirele Pacheco de Freitas, 22 anos, seja liberada da Colônia Penal Feminina Bom Pastor nesta sexta-feira (16), até o início da tarde. O casal é investigado por crime contra a economia popular e formação de esquema de pirâmide financeira, prática proibida no país desde os anos 1950.

De acordo com o delegado responsável pela investigação do caso, Carlos Couto, o patrimônio do casal foi avaliado em R$ 72 milhões. A Priples foi fundada em 1º de abril e, até ter suas operações suspensas pela Justiça, possuía cerca de 204 mil afiliados.

A empresa pernambucana Priples prometia remuneração de 2% ao dia durante um ano ao usuário que respondesse perguntas de conhecimentos gerais. Sendo assim, o lucro da empresa viria do cadastramento de pessoas, o que caracteriza a formação de pirâmide.

No dia em que foram presos, em 3 de agosto, a polícia encontrou cerca de US$ 300 mil em espécie e carros de luxo. O casal foi preso em casa, na Imbiribeira.

Fonte: Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário