quarta-feira, 17 de julho de 2013

Jovem carnaubense que sofria bullying dá volta por cima e emagrece quase 50kg

Larissa Antes e Depois
Há casos de superação que até parece coisa de novela. Em Carnaúba dos Dantas encontramos Larissa Maria Dantas dos Santos, 14 anos, filha de Joaci Soares dos Santos e Maria de Vitórias. Ela nasceu com quase 6 kg e desde seu nascimento teve facilidade em ganhar peso. Sempre foi cheinha. Comia muito e não praticava exercício físico, o que colaborava mais ainda pra ela ser gordinha.

Larissa disse que ser gordinha trouxe muitos transtornos pra sua vida. Na parte da saúde, ficava cansada por qualquer coisa que fazia, por mais simples que fosse. Não tinha pique pra nada, até algumas tarefas domesticas não conseguia realizar como as outras pessoas.

No colégio sofreu bullying, a humilhavam por ser gordinha. Isto afetou muito a auto estima dela. Se sentia diminuída, parecia que os outros eram melhores. Com o passar do tempo chegou à adolescência, a época de namoro, porém, via suas amigas namorando e ela ficava só. “Certa vez um garoto que gostava disse que nunca iria se interessar por mim, pois eu era gorda!” Larissa.

Ao completar 13 anos, Larissa tomou uma atitude, queria mudar, cuidar do físico, da sua saúde pra viver melhor. Começou fazendo uma dieta, depois entrou em academias e investiu em caminhadas. Não foi fácil renunciar o prazer de comer. Ela que outrora comia a todo instante; nas refeições repetia varias vezes, nos lanches muitos doces e salgados.

A força de vontade em mudar falou mais alto. Trocou todas as guloseimas por comidas saldáveis. Nas refeições, porções menores acompanhadas por verduras e legumes. Nos lanches, agora só frutas e produtos light. Um ano depois, Larissa exibe um corpo com 45 kg a menos. Isto mesmo, ela pesava 120 kg e hoje pesa 75 kg. Não foi milagre. Foi muito esforço e força de vontade. Pois quem quer consegue!

“Hoje me sinto bem, os que me humilhavam, agora me elogiam. Até aquele garoto que não me quis, hoje sou eu quem diz não pra ele!” Larissa.

fonte: Jornal JCN

Nenhum comentário:

Postar um comentário