segunda-feira, 29 de julho de 2013

Casal seridoense pede interferência do papa contra lei que permite aborto de fetos com má-formação


papa ruhama
 
A Agência Brasil destaca que o casal caicoense Haroldo Lucena e Mariselma da Silva tem filhos gêmeos, um menino e uma menina de 1 ano e cinco meses. A menina Ruhama nasceu com má-formação, enquanto Amin Mateus não tem problema algum. Hoje (27), eles conseguiram a bênção do papa Francisco, quando ele deixava a Catedral do Rio. O santo padre celebrou uma missa para bispos, sacerdotes e religiosos que participam da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Depois da bênção, o papa deu quatro terços para Haroldo, Mariselma e os filhos.

Para o casal, a bênção do papa foi uma emoção muito grande, mas de acordo com Lucena, o encontro teve o objetivo de pedir a interferência do pontífice para que a presidenta Dilma Rousseff vete a lei aprovada no Congresso, que permite o aborto para crianças com má-formação ou sem cérebro. “Essa criança está com um ano e cinco meses e os dois são gêmeos da mesma placenta. Pela interseção do beato João Paulo II é que essa criança está aqui. Nossa finalidade de ter saído do Rio Grande do Norte até aqui é só para pedir à presidenta que não assine a lei. Mais nada nos interessa”, comentou.
 
fonte: Robson Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário