sábado, 25 de maio de 2013

Pesquisadores listam as piores mentiras para faltar ao trabalho

Todo mundo já contou uma mentirinha para não ir ao trabalho pelo menos uma vez na vida. Provavelmente por conta de uma bebedeira no dia anterior, ou por pura preguiça: aquele dia nublado, friozinho, que deixa a cama mais gostosa do que nunca. Mas você ainda lembra qual foi a última desculpa que usou pra enganar seu chefe?


Pesquisadores do Benenden Health, empresa de convênios de saúde, perguntaram a mil trabalhadores e mil chefes quais as piores desculpas já dadas ou recebidas. E, nessa, descobriram que a credibilidade anda em baixa: 60% dos chefes não acreditam quando seus empregados dizem que estão doentes e não poderão trabalhar. Outros 25% questionam a voz, aparentemente saudável, de seus colegas de trabalho.

Entre as piores mentiras, os pesquisadores destacaram essas aqui:

- “Uma lata de comida caiu no meu dedão”
- “Eu estava nadando tão rápido que bati a cabeça na borda da piscina”
- “Eu fui picado por inseto”
- “Eu me machuquei durante o sexo” (???)
- “Meu hamster morreu” (clássica…)
- “Não consegui dormir a noite inteira”
- “Eu escorreguei em uma moeda” (problemão, hein)
- “Eu estou preso em casa porque a porta quebrou”

E aí, já usou alguma dessas? Ah, caso interesse, os pesquisadores também descobriram quevirose, cólicas e ânsia de vômito são as desculpas que mais colam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário