ATV - CLIQUE AQUI E VEJA TODOS OS VÍDEOS

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Membros da TelexFree no RN comemoram lucros obtidos com pouco investimento


Distante da atenção atraída por investigações abertas em todo o país, o Telexfree segue sendo para os seus “divulgadores” o melhor meio de ganhar dinheiro nos últimos tempos. Desde os que não estão entre os ganhos mais altos até os que faturam dezenas de milhares de reais a cada mês, o consenso entre os que trabalham com o que chamam de “marketing multi nível” é de que a empresa está consolidada.

E a confiança reflete-se nos números do Rio Grande do Norte. Até a segunda semana de março, como noticiou o NOVO JORNAL, cerca de 75 mil potiguares participavam do sistema de “marketing binário finito”. Agora, após pouco mais de um mês, o número já cresceu perto de 10%, fazendo com que a movimentação financeira promovida pela empresa junto ao RN tenha passado dos R$ 45 milhões, baseado no valor mínimo a ser gasto para entrar na Telexfree, cerca de R$ 580.

A entrada de novos “divulgadores”, como são chamados os que trabalham para a Telexfree (Ympactus Comercial Ltda. ME) é realizada semanalmente, principalmente através de reuniões e palestras realizadas em vários pontos do estado pelos principais líderes da empresa por aqui. O RN possui dois dos dez divulgadores que mais faturam em todo o país.

O sucesso relatado nas palestras e extensamente divulgado nas redes sociais, além das investigações abertas em cerca de sete estados e que até agora não renderam complicações para a empresa, é tido pelos integrantes como as principais razões para o crescimento da rede.

Um dos primeiros moradores do RN a entrar para a Telexfree foi o ex-gerente bancário que largou o trabalho para se dedicar exclusivamente ao “marketing multi nível”, Robson Caldas Amoedo celebra o investimento. “É uma empresa consolidada. Investir na Telexfree é estável, mesmo após as investigações promovidas. Qualquer um pode ser investigado”, afirma ele.

Amoedo não fala do quanto investiu e já faturou durante os nove meses que está dentro da empresa. No entanto, aponta: “Ganhei mais nesse tempo do que em 12 anos trabalhando no banco”. Atualmente ele possui 6,5 mil pessoas na sua rede, oriundas também de cidades como Londrina (PR), Salvador (BA) e Belém (PA).

Apesar de mais modesto, o jornalista Sérgio Vilar também segue o mesmo discurso de celebração. Na rede desde novembro do ano passado, Vilar já investiu pouco menos de R$ 20 mil. “Já estou perto de retirar o investimento. Só não consegui ainda porque o Imposto de Renda reteve muito”, afirma. A Telexfree, há um certo tempo retém o valor a ser pago de imposto, cerca de 27%, na fonte. Recentemente a empresa divulgou um extrato de pagamento ao Fisco de aproximadamente R$ 42 milhões.

O jornalista afirma que não existe temor quanto às investigações promovidas tanto pelo Ministério Público como por polícias de todo o país, mas que não incluem os órgãos do RN. “Vimos muitas movimentações negativas, mas a empresa vai muito bem, obrigado. Dá para tirar uma grana boa. É um investimento estabilizado”, define.



Faturamento
A empresa também vem, aos poucos, atraindo figuras públicas para as suas fileiras. E todas com plena confiança de que vão faturar alto. Uma delas que fala abertamente do quanto já gastou e do quanto está ganhando é Heráclito Noé, delegado da Polícia Civil do RN e ex-vereador de Natal.

Seu primeiro investimento, em setembro de 2012, foi de R$ 30 mil. Até agora, o delegado, em conjunto com seus filhos, já colocou R$ 250 mil na Telexfree. E conjuntamente, segundo Heráclito, faturam mais de R$ 100 mil por mês. “Não conheço ninguém que tenha sido prejudicado ou não tenha recebido da Telexfree. Tem riscos como qualquer negócio, mas é tudo lícito”, garante Noé.

Ele ainda afirma que as investigações reforçam a posição legal da empresa com sede no Espírito Santo. “Ninguém avisa investigação. Nunca vi isso. Passamos por uma guerra de informações, que me deixou surpreso. Não tenho procuração para defender a empresa, apenas sei que me passa segurança. E o extrato bancário acaba com qualquer discussão”, pontuou o ex-vereador, que ainda disse estar empolgado para fazer novos investimentos em breve.

“Presidente” começou no RN 

O RN, que já tem Nestor Case entre os que mais faturam no país, ainda é berço de uma da figuras mais conhecidas no meio do marketing multi nível em todo o Brasil. Conhecido como “Presidente”, o baiano Marcus França é um ícone da empresa. E afirma já ter formado 40 milionários em dez meses.

Trabalhando com marketing para internet desde 2007, chegou a Natal no fim de 2011 para tentar lançar um sistema de publicidade online, que não deu certo. “Via Natal como uma cidade promissora, mas o projeto não deu certo. Passei muita dificuldade, minha vida financeira estava destruída, mas apareceu a Telexfree”, conta Marcus, em um tom que lembra os testemunhos de igrejas evangélicas. 

Integrante da “comunidade” do marketing multi nível, onde já tinha desenvolvido vários trabalhos, foi chamado até a sede da Telexfree, no Espírito Santo. Topou e colocou as primeiras pessoas em sua rede no RN, sendo o primeiro o ex-gerente de banco Robson Amoedo. “Agora sou Telexfree de coração”, define o Presidente, sem deixar de lado o marketing.

fonte: Novo Jornal

2 comentários:

  1. ME PROCUREEEEEM!!!!! EXPLODIUUUUUUUUUUUUU

    Genteeeee Urgente sobre a Telexfree!!!
    Add esse cara o cara cadastra mais de 20 pessoas por dia, e ele ta cadastrando no meu link direto, ADD ele no face q ele cadastra no seu tambem... dúvidas pod...em tirar comigo!!!
    https://www.facebook.com/leleevitor
    http://www.facebook.com/sandro.allyson

    Nossa Rede esta sendo uma das redes que mais cresce nos ultimos dias!!! e todos se ajudam, rede de grandes linderes!! Venha vc tbm ser uma grande lider em nossa rede nao perca mais tempo!!!Ver mais
    LeLe VitorVer amizade

    ResponderExcluir
  2. http://www.youtube.com/watch?v=Q_QV01z9zwQ

    ResponderExcluir